Sobre os discursos...

"Discurso deve ser como vestido de mulher: nem tão curto que escandalize e nem tão cumprido que entristeça".

LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA, em uma frase do ex-presidente para o seu vice, José de Alencar.


Serve de inspiração para as aulas, elas não podem ter discursos nem tão longos que deem sono nem tão curtos que não acrescentem nada de conhecimento aos alunos.

Dilemas Agrários

Apresentação
-Atualmente o espaço agrário se constitui como uma continuidade do espaço urbano.
-O espaço urbano necessita das mercadorias produzidas no campo.
-Atualmente a agropecuária é a principal atividade desenvolvida no campo.

Problemas do campo: a herança maldita
-A atual configuração espacial rural é muito influenciada, no Brasil, pelo passado.
-As grandes propriedades de terras têm origem nas capitanias hereditárias coloniais.
-Após a Independência as terras eram acessíveis apenas para pessoas não escravas.
-Valia o direito de posse por permanência, quem estivesse há mais tempo em um local tinha direito àquele trecho de terra.
-Antevendo o final da escravidão, a legislação brasileira foi mudada ainda no período imperial: as terras ainda livres passaram a ser propriedades do Estado, e sua aquisição somente seria possível mediante compra e venda. 
-Era a Lei de Terras de 1850¹, estratégia para terras não caírem nas mãos ex-escravas ou de imigrantes.
-O acesso a terras apenas pela via econômica reproduziu o modelo de grande propriedades, já que apenas uma pequena parte da sociedade conseguia comprá-las.
-Resultado: grandes porções de terras nas mãos de poucas pessoas, grandes porções da população com poucas terras.

A economia agrária
-O Brasil sempre foi um grande exportador de produtos primários.
-As grandes propriedades sempre tiveram vocação para exportações, chamadas de plantations.
-Essa configuração gera pobreza: com tendência a modernização agrícola, a necessidade de mão-de-obra é cada vez menor. Isso faz as pessoas tenderem a migrar para as cidades em busca de uma vida melhor.
-As grandes propriedades recebem ainda maior ajuda do governo, com crédito e acesso a sementes melhoradas - ampliação do uso da técnica. Nasce o agrobusiness, uma empresa agrícola que, como nas cidades, concorrem com "empresas" menores, as pequenas propriedades.
-O agronegócio é a fase avançada do capitalismo agrário: os pequenos produtores, não competitivos, veem-se cheios de dívidas, e para pagá-las, acabam vendendo suas terras para os grandes proprietários.

A cidade
-O campo, cada vez menos receptivo, expulsa as pessoas em direção às cidades, gerando problemas urbanos.
-O estabelecimento nas cidades é frequente nas periferias não-planejadas.
-A agropecuária voltada à exportação tende a agravar o problema da fome, já que os preços dos alimentos no mercado interno é influenciado pelos preços externos.
-Eventos climáticos extremos deixam as mercadorias mais caras, deixando em dificuldade quem tem menor renda.

O dilema do campo
-O agronegócio pressiona as áreas de floresta, sendo derrubadas para dar lugar a pastagens para o gado ou a áreas para plantação de produtos agrícolas de exportação.
-A fome no mundo então não acaba. O responsável não é o número de pessoas, mas o problema do agronegócio associado aos eventos climáticos extremos. Não existe falta de alimentos no mundo.
-Dilema: o crescimento da riqueza acontece, mas o crescimento da pobreza também.
-Dilema: a reforma agrária é a resposta para muitas estudiosos, a distribuição de terras para as pessoas que historicamente não tiveram acesso. Mas a simples distribuição de terras não resolve o problema.
-É nítido que sem políticas públicas que ajudem os novos pequenos proprietários a plantarem boas sementes, que ajudem no acesso ao crédito e que forneçam acesso a uma infraestrutura de escoamento da produção continuarão acontecendo problemas como: "famílias ganham terras em reforma agrária e as revendem a grandes proprietários de terras".

¹Lei de Terras: http://www.brasilescola.com/historiab/lei-terras-1850.htm

Pontos cardeais


De acordo com o desenho, considerando que são 18 horas, se a bola for chutada do centro em direção aos pontos A, B e C, respectivamente, as direções percorridas serão:

a - Leste, Norte e Noroeste.
b - Oeste, Sul e Sudeste.
c - Leste, Sul e Sudoeste.
d - Oeste, Norte e Noroeste.
e - Sul, Leste e Noroeste.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra A )

Fonte: Vestibular UFRJ.


Explicação da resolução abaixo. Selecione o espaço entre parênteses para visualização.

(Considerando que são 18:00h, o sol está se pondo. E ele se põe no Oeste, sempre. Logo A, direção oposta, é Leste, onde o sol nasceu.

Imagine-se colocando seu braço direito na direção Leste, onde o sol nasce - direção A no desenho acima. A direção que estiver à sua frente será SEMPRE a Norte. Atrás da sua cabeça, Sul. No braço esquerdo, Oeste - onde o sol está posicionado no desenho.

Fazendo isto você notará que se chutar a bola para B, chutará para o Norte. A direção C é a junção de Norte mais Oeste, Noroeste. É isso.)

Curvas de nível


Assinale a alternativa incorreta sobre a figura acima:
a - As curvas de nível apresentam equidistância de 20m.
b - A aproximação das curvas de nível indica maior declividade do terreno.
c - A curva de 200m representa a parte mais elevada do terreno.
d - Cada curva de nível é formada por pontos de idêntica conta altimétrica.
e - A partir de um conjunto de curvas de nível pode-se obter um perfil topográfico.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra C )

Fonte: Portal Vestibular 1. Disponível em: www.vestibular1.com.br. Acesso em 13 jan. 2011.

Dilemas Urbanos

O que é o espaço geográfico
-Em síntese, refere-se ao conjunto inseparável de sistemas de objetos e sistemas de ações.
-Sistemas de objetos: ruas, prédios, escolas, viadutos, parques de diversões, enfim, todos os objetos trabalhados pelo homem, somados aos objetos naturais, como montanhas, rios, árvores, já que são também influenciados pela ação humana.
-Sistemas de ações: existem atores que decidem o que construir, como construir ou como aproveitar determinado recurso natural. Os objetos não estão ao nosso redor de forma aleatória, eles cumprem um interesse. A necessidade de ruas para carros, de prédios para moradia ou trabalho, ou de reformular o espaço, destruindo e reconstruindo novas paisagens é regida por um sistema de ações que dita como deverá ser aproveitado o espaço.
-Principais atores: Estado, empresas transnacionais e nacionais, órgãos internacionais, a população, todos com necessidades e com poderes maiores ou menores sobre a produção espacial.

O crescimento desordenado das grandes cidades
-Grande parte dos problemas vividos pela população pode ser creditada ao crescimento desordenado.
-Favelas são assim edificadas em espaços marginalizados.
-O espaço tem um valor monetário diferenciado entre áreas.
-Pessoas pobres não conseguem fazer suas casas em áreas de maior valor, sendo empurradas para construir em áreas frequentemente de risco.
-Áreas nobres são edificadas, os condomínios fechados, áreas de moradia de pessoas ricas.
-O Estado, representante de toda a sociedade, é chamado a mediar os conflitos resultantes dessa desigualdade.
-A utilização do planejamento urbano é a resposta mais comum à necessidade de acabar com tragédias de deslizamentos de encostas ou mesmo com a criminalidade.
-Se a coisa está como está é por falta de planejamento de governos anteriores, teoricamente.

A prática: o dilema do planejamento
-Belo Horizonte: uma cidade planejada para ser uma cidade nos limites da Avenida do Contorno.
-A prática: hoje a cidade cresceu tanto que se conurbou com cidades vizinhas, como Contagem.
-O crescimento para além da Contorno trouxe problemas: favelas em encostas, trânsito caótico nas periferias, etc.
-Nota-se que o planejamento urbano tem falhas.
-Brasília: plano piloto da cidade feito para a cidade não crescer além do seu traçado idealizado por arquitetos e engenheiros - o formato de um avião.
-Existem leis que proíbem construções que desconfigurem o traçado da cidade.
-Com o Estado fiscalizando bem, a cidade ganha problemas urbanos adicionais.
-Problemas resultantes: encarecimento da moradia na cidade; favelização de cidades-satélites da capital federal, maiores gastos com transporte - as pessoas trabalham longe de casa.

O problema
-Nota-se que o problema do planejamento urbano é complexo, e as gerações futuras têm um grande problema a resolver: o crescimento da população e do consumo traz problemas que a falta de planejamento causa desastres, mas que o uso do planejamento convencional não dará conta de solucionar os problemas que acometem a população.

Já somos 7 bilhões

Mas será que o nosso problema se resume mesmo ao tamanho da população vivendo no mundo? Veja o vídeo.

Ocupação das zonas costeiras

Cerca de 600 milhões de pessoas habitam áreas costeiras pelo mundo, a menos de 10 metros de distância do nível do mar (zonas costeiras e de baixa elevação).


1 - Cite dois fatores que causam a concentração populacional em zonas costeiras.
- ( Facilidade de ocupação das planícies costeiras. As áreas são geralmente mais planas que as do interior. )
- ( Valorização dos imóveis por estarem em áreas com grande potencial turístico. )

2 - Apresente dois impactos da ocupação dessas zonas para o ambiente costeiro.
- ( Degradação do ambiente marinho por lançamento de lixo e esgoto no mar. )
- ( Mangues, restingas e recifes de corais são prejudicados pela ocupação humana. )

Respostas sugeridas: selecione os espaços entre parênteses acima.

Fonte: Vestibular UFRJ 2010. Adaptado.

Divisão sócioeconômica do Brasil

A área destacada abaixo se refere...


Quadro variáveis visuais

No processo de ensino-aprendizagem da linguagem cartográfica, a análise da informação é o primeiro passo necessário à transcrição gráfica de um tema. As relações entre os dados tabulares precisam ser reconhecidas, para que sejam visualmente representadas por relações de mesma natureza. O quadro variáveis visuais apresentado a seguir expressa como deve ser essa transcrição.

Fonte: Bertin, 1973. Adaptado
Considerando o quadro acima, a tabela abaixo pode ser assim analisada:


Natureza das relações entre os dados
-Natureza seletiva, já que os municípios representados não mantém relação de ordem ou de número entre eles. Eles são dispostos na tabela segundo uma seleção de tipos turísticos.

Variáveis visuais adequadas a sua representação
-As cidades podem ser representadas no mapa, de maneira preferencial, pela variável Forma, já que cada cidade seria representada por um símbolo diferente segundo seu tipo de turismo. A variável cor também poderia ser utilizada, mas a quantidade de cores é mais limitada em minha opinião.

Modo de implantação
-A mais adequada em um mapa para esta ocasião seria o modo Pontual, mas o Zonal também poderia ser utilizado. O modo de Linhas não é adequado à situação.

Fonte: Concurso público professor Geografia. Goiás. Adaptado.


A forma de viver...

"Escolha a melhor forma de viver e o costume a tornará agradável".


SÊNECA, filósofo do Império Romano, século I d.C.



Quais os melhores horários para ligações DDD?

As discagens diretas a distância têm tarifas diferenciadas conforme o horário. Se você pretende fazer um DDD às 20:40h, você não pode esperar mais vinte minutos e fazer uma ligação mais barata?

As tabelas abaixo foram tiradas do site da Oi, e estão muito bem escondidas. Não é de interesse dela fazer um boa divulgação, a operadora divulga porque é obrigada por lei. É preciso fazer um exercício de paciência para saber o quanto cobra e em quais faixas horárias cobra mais caro.

Esse exercício foi feito aqui, as tabelas foram adaptadas para melhor visualização e estão logo abaixo. Veja como a cobrança é feita por faixa horária:

DDD's Fixo-Fixo

São quatro tarifas: super-reduzida: das 00:00h as 06:00h, todos os dias da semana; reduzida: a parte da tabela que está na cor rosa, você economiza muito, com destaque para a aplicação dessa tarifa após as 21:00h dos dias da semana; normal: cobrança maior, com destaque para sua aplicação no horário de almoço dos dias úteis; e diferenciada: a tarifa mais cara, que é cobrada das 09:00h às 12:00h e das 14:00h às 18:00h, na tabela em cor amarela, abarca praticamente todo o horário comercial.

Com relação à ligações DDD's de telefones fixo para celulares, como as cobranças são feitas?

DDD's Fixo-Móvel

Existem duas tarifas de cobrança para celulares: a normal, mais cara cobrada na faixa azul da tabela e a reduzida, cobrança representada pela cor laranja na tabela. Nota-se que não adianta ligar de madrugada para celulares em outras cidades porque não existe uma tarifa super-reduzida para essa cobrança. Nota-se também que a tarifa mais cara é cobrada inclusive aos sábados, um absurdo!

É preciso saber a hora certa de ligar. Ligar em horários mais caros somente deveria ser por necessidade. Mas a maioria das pessoas não tem acesso a essas informações. Espero que essa dica ajude de alguma forma!

As 10 mais lidas