Paralelos, Meridianos, Latitude e Longitude

A Cartografia é a ferramenta que possibilita a representação do espaço geográfico, sendo as coordenadas geográficas estabelecidas por linhas imaginárias. Considerando este contexto, faça a correspondência entre as denominações e as afirmativas abaixo:

1- Paralelos
2- Meridianos
3- Latitudes
4- Longitudes

( 1 ) Linhas horizontais traçadas a partir do Equador (maior dimensão) até os polos (menor dimensão).
( 3 ) Definem a distância de um ponto em relação ao Equador (0°) a partir do qual variam até 90° Norte ou Sul, nos polos.
( 2 ) Linhas verticais que ligam os dois polos e todas possuem a mesma dimensão.
( 4 ) Definem a distância de um ponto em relação a Greenwich (0°), em graus, para Leste ou Oeste.

Respostas: selecione os espaços entre parênteses acima para ver a correta correlação.

Fonte: Concurso público Prefeitura de Maravilhas - MG.

Sobre os perigos do mundo...

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer".

ALBERT EINSTEIN, físico alemão.



Roubo de estepes de automóveis

Escalas

Escala maior, número menor.
Escala menor, número maior.

Para não confundir, é só memorizar que a maior escala que existe é a da realidade (1:1). Ela possui a maior riqueza de detalhes, pois se fosse possível representar a realidade em um papel, o papel precisaria ser do tamanho do mundo.

Mapas possuem escalas menores, pois representam áreas muito extensas em um pequeno pedaço de papel. Por isso não tem riqueza de detalhes. Como o mapa abaixo:


Cartas geográficas representam áreas menores, para um mesmo pedaço de papel, por exemplo. Por isso a riqueza de detalhes é maior, e sua escala também. Isso também acontece em plantas feitas para construção de casas: a área é pequena, a riqueza de detalhes é grande, por isso a escala é grande.

Escalas de plantas de construções são de aproximadamente 1:80, como o exemplo abaixo. Mapas geralmente têm escalas como 1:200.000 ou 1:2.000.000 (o número em si é grande, mas a escala é pequena).



O que é uma centrífuga de urânio?

O urânio é um elemento semelhante ao ferro. Assim como o ferro, você tira o minério de urânio da terra e processa-o para extrair o urânio puro. Ao terminar de processar o minério, o produto obtido é o óxido de urânio. O óxido de urânio contém dois tipos (ou isótopos) de urânio: U-235 e U-238. O U-235 é de que você precisa para fabricar uma bomba ou abastecer umausina de energia nuclear. O óxido de urânio da mina, contudo, tem cerca de 99% de U-238. Por isso, você precisa, de alguma forma, separar o U-235 do U-238 e aumentar a quantidade de U-235. O processo de concentração do U-235 é chamado de enriquecimento, e as centrífugas são a parte principal do processo.

O U-235 pesa um pouco menos que o U-238. Devido a essa diferença de peso, você pode separar o U-235 e o U-238. O primeiro passo é reagir o urânio com ácido fluorídrico, um ácido extremamente poderoso. Após várias etapas, você cria o gás hexafluoreto de urânio.

Agora que o urânio está na forma gasosa, fica mais fácil trabalhar com ele. Você pode colocar o gás em uma centrífuga e girá-lo. A centrífuga cria uma força milhares de vezes mais potente do que a força da gravidade. Como os átomos de U-238 são um pouco mais pesados do que os de U-235, eles tendem a se mover em direção às paredes da centrífuga. Os átomos de U-235 tendem a ficar mais próximos do centro da centrífuga.
Embora seja apenas uma pequena diferença de concentrações, quando você extrai o gás do centro da centrífuga ele possui mais U-235 do que antes. O gás deve ser levemente concentrado em outra centrífuga e repetido o procedimento. Se fizer isso milhares de vezes, poderá criar um gás que seja altamente rico em U-235. Em uma usina de enriquecimento de urânio, milhares de centrífugas ficam presas juntas em longas cascatas.
No final de uma longa cadeia de centrífugas, você tem o gás hexafluoreto, de urânio que contém uma concentração alta de átomos de U-235.
A criação das centrífugas é um grande avanço tecnológico. As centrífugas devem girar rapidamente - na faixa de 100.000 rpm. Para girar com essa velocidade, as centrífugas devem ter:
  • rotores muito leves, porém potentes;
  • rotores bem equilibrados;
  • rolamentos de alta velocidade, normalmente magnéticos para diminuir o atrito.
O atendimento desses três requisitos estava fora do alcance da maioria dos países. O desenvolvimento recente de equipamentos baratos e de alta precisão de usinagem, controlados por computador, facilitou um pouco as coisas. É por esse motivo que mais países aprenderam a enriquecer urânio nos últimos anos.
Agora, você precisa transformar o gás hexafluoreto de urânio de volta no metal de urânio. Isso pode ser feito acrescentando cálcio. O cálcio reage com o fluoreto para criar um sal, e o metal de urânio puro é deixado para trás. Com esse metal de U-235 altamente concentrado, você tanto pode fabricar uma bomba nuclear quanto alimentar um reator nuclear.
Fonte: Como Tudo Funciona. Disponível em: http://ciencia.hsw.uol.com.br. Acesso em: 21 maio 2010.

A foz de um rio

Foz de um rio significa seu término. A maioria dos rios termina seu percurso desaguando no mar ou em um lago, onde a velocidade de escoamento é menor e o rio deposita os sedimentos que carrega. Existem rios em que o mar sobe e inunda a foz do mesmo, formando um estuário. No entanto, quando uma grande quantidade de sedimentos é depositada na foz formam-se os deltas (formato que vem da palavra grega Δ - delta).

Em geografia, designa-se por delta a foz de um rio formada por vários canais ou braços do leito do rio. A foto acima é a foz do rio Ganges, na Índia.  A forma do delta depende da topografia da planície costeira onde o rio vai desaguar. Esse tipo de foz é comum em rios de planícies, devido à pequena declividade e, consequentemente, pequena capacidade de descarga de água, o que favorece o acúmulo de areia e aluviões na foz do rio.

Outro tipo de foz é em estuário. Existem rios que terminam em contato com o mar. Por esta razão, um estuário sofre a influência das marés e possui tipicamente água salobra. O estuário abaixo é do Rio da Prata, na Argentina e Uruguai.


Existem ainda rios com foz do tipo mista, geralmente rios largos como o Amazonas.

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Foz.
Concurso público Professor Geografia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Desejos

"É mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que com a ponta da espada".

WILLIAM SHAKESPEARE, escritor, poeta e dramaturgo inglês.






Quais as peças mais trocadas em um automóvel?

Veja abaixo as 20 peças mais substituídas:

1º) Para-choque dianteiro
2º) Capô
3º) Conjunto óptico dianteiro esquerdo
4º) Conjunto óptico dianteiro direito
5º) Para-choque traseiro
6º) Grade dianteira
7º) Logotipo dianteiro
8º) Emblema traseiro
9º) Travessa de reforço dianteiro
10º) Painel dianteiro completo
11º) Para-lama dianteiro esquerdo
12º) Para-lama dianteiro direito
13º) Radiador
14º) Suporte para-choque dianteiro esquerdo
15º) Suporte para-choque dianteiro direito
16º) Absorvedor de impacto dianteiro
17º) Emblema traseiro esquerdo
18º) Defletores do radiador
19º) Grade do para-choque
20º) Para-barro dianteiro esquerdo



Fonte: www.automaistv.com.br

O que é o BRT?

Definição: Bus Rapid Transit (Trânsito Rápido por Ônibus).
Já implantado no Brasil? Sim, plenamente implantado na cidade de Curitiba - PR.
Em Belo Horizonte? Não, mas é o sistema que a Prefeitura quer implantar visando estruturar a cidade para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014.

Modelo de São Francisco - EUA:


Elementos do BRT (tradução da legenda do vídeo acima):
1 - faixas de tráfego exclusivas para um serviço mais rápido, mais confiável;
2 - estações de embarque adaptadas a veículos distintos;
3 – semáforos inteligentes prioritários para ônibus, reduzindo os atrasos nos cruzamentos;
4 - sistemas de informação para passageiros, informando o tempo médio de espera do próximo ônibus;
5 – pagamento da tarifa no pré-embarque para reduzir o tempo de permanência do ônibus nas estações;
6 - tratamentos das ruas para facilitar as operações e a segurança.

Como é em Curitiba:


Críticas:
1 - O metrô não é ampliado de forma adequada em Belo Horizonte por que depende de recursos do Governo Federal, já que os metrôs pelo país são responsabilidade dessa esfera de governo. As prefeituras e governos de Estado tentam minimizar o problema da mobilidade urbana com outras ações, como a implantação do BRT.

2 - A implantação do BRT não é feita adequadamente, na maioria dos casos é implantado um esboço desse sistema, já que cada cidade possui uma realidade diferente. São implantados corredores de ônibus, com acesso permitido a táxis e não fiscalizados à invasão de veículos particulares. Onde estão os ônibus no vídeo abaixo?


3 - Em Belo Horizonte o único corredor adequado à implantação desse modelo de transporte é a Avenida Antônio Carlos, que foi recentemente duplicada e possui pista exclusiva para ônibus. Mas o dinheiro gasto com desapropriações torna-se uma desvantagem, já que seria mais bem gasto o dinheiro com a implantação do metrô, que não é implantado por motivos políticos. Fazer apenas corredores exclusivos, como na Avenida Senhora do Carmo não resolve o problema da mobilidade urbana.

Avenida Antônio Carlos (duplicada)

Avenida Senhora do Carmo (implantada uma faixa exclusiva, maioria dos casos)

Holding

Definição: forma de oligopólio no qual é criada uma empresa para administrar um grupo delas (conglomerado) que se uniu com o intuito de promover o domínio de determinada oferta de produtos e /ou serviços. Na holding, essa empresa criada para administrar possui a maioria das ações das empresas componentes de determinado grupo. Essa forma de administração é muito praticada pelas grandes corporações.

Exemplos: a empresa Mitsubishi, que fabrica desde carros, passando por televisores e fabricando até canetas; ou a LG Group, que fabrica de celulares, notebooks e televisores, até eletrodomésticos e produtos petroquímicos.

Exemplo de holding brasileira: as empresas controladas pela holding Friboi são a Minuano (limpeza), Albany (higiene), Swift, Anglo, Bordon, Maturatta, Organic Beef, a Sola (alimentos industrializados), o setor de agropecuária (fazendas de criação bovina) e o setor de logística (transportes). O Friboi é considerado ainda o maior frigorífico da América Latina.




Fontes: Wikipedia. Disponível em:http://pt.wikipedia.org/wiki/Sociedade_gestora_de_participações_sociais. Acesso em 15 maio 2010.
Concurso público Prefeitura Araporã-MG.

A savana brasileira


Entre as opções abaixo marque a que indica os motivos principais para a degradação do cerrado
(A) Os incêndios naturais provocadas pelas secas e a elevada urbanização;
(B) As queimadas para a fixação de pastagens e plantação de soja;
(C) A ampliação da especulação imobiliária nas áreas urbanas associada a redução do nível pluviométrico;
(D) Um processo natural decorrente da ampliação da temperatura global e a redução das chuvas na região;
(E) Secas provocadas pelos desvios nos cursos dos rios e fixação de atividades agrícolas comerciais.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra B )

Fonte: Concurso público Prefeitura de Araporã-MG.

Vulcanismo e Terremotos


Nos locais onde há convergência das placas tectônicas (zona de subducção) existem a maior quantidade de terremotos de grande magnitude, além da presença de vulcões ativos. O manto, rocha em estado líquido quente, desloca-se em correntes de convecção, onde o que está mais acima fica mais frio e tende a descer e a parte que está mais em baixo está mais quente e tende a subir, gerando um ciclo. O manto desloca junto as placas da litosfera em direções diferentes. Onde existe divergência das forças formam-se as dorsais, onde há convergência formam-se os dobramentos (grandes elevações como os Andes ou o Himalaia).

Intemperismo

Intemperismo é o nome que se dá ao conjunto de processos que modificam as rochas, fragmentando-as (intemperismo físico) ou alterando-as (intemperismo químico). O predomínio de um tipo em relação a outro, nas diversas regiões da Terra, vai depender das temperaturas, combinadas ao volume das precipitações e do estado físico da água.

Observando o mapa, é correto afirmar que nas regiões A, B e C, há predomínio, respectivamente, do intemperismo:
(A) químico, físico, químico;
(B) físico, químico, químico;
(C) químico, químico, físico;
(D) físico, físico, químico;
(E) químico, físico, físico.

Explicação: espaço entre parênteses abaixo.
(A região A é uma área polar, o estado físico da água é sólido, dificultando o intemperismo químico. O contato da água em estado líquido com as rochas é fator importante para que o intemperismo químico aconteça. Assim na região B há predominância do intemperismo físico porque a presença de água líquida é mínima por causa da presença do Deserto do Saara. Na região C o intemperismo químico é maior devido a sua localização estar em uma área onde a quantidade de chuva e as temperaturas são altas, o que faz a água líquida estar presente em abundância)




Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
Letra D )


Fonte: Concurso público Prefeitura Araporã - MG.

Sobre a paz no Oriente Médio

Sobre o 11 de setembro


Sobre o desenrolar deste evento e a atual estrutura geopolítica internacional analise as afirmativas abaixo:
I) A ampliação dos confrontos entre árabes e judeus na Palestina após os atentados nos EUA marcam o início de um choque civilizatório;
II) A atuação dos EUA no Oriente Médio foi amplificada servindo como suporte a política de atuação nas áreas produtoras de petróleo;
III) Em grande parte os grupos denominados “terroristas” foram financiados e treinados pelos EUA durante a guerra fria;
IV) Os gastos militares dos EUA foram minimizados e ampliaram-se investimentos em espionagem, visto que o novo inimigo utilizou equipamentos de transporte e não armas.

(A) Se somente as afirmativas II e III estão corretas;
(B) Se somente as afirmativas III e IV estão corretas; 
(C) Se somente as afirmativas I, III e IV estão corretas;
(D) Se somente as afirmativas II, III e IV estão corretas;
(E) Se as afirmativas I, II, III e IV estão corretas.

Resposta correta: selecione o intervalo entre parênteses abaixo.
( Letra A )

Fonte: Concurso público Prefeitura de Araporã - MG.

ALCA

“O nosso objetivo com a ALCA é garantir para as empresas norte-americanas o controle de um território que vai do pólo Ártico até a Antártida e livre acesso, sem nenhum obstáculo ou dificuldades, de nossos produtos, serviços, tecnologia e capital entre todo o continente americano”.
(General Colin Powell. Secretário de Estado do Governo Bush. In: Para entender a ALCA: Campanha nacional contra a ALCA. São Paulo. Edições Loyola. 2001)

“Este é o presente dado pelos EUA aos países sul-americanos. Um belo brinquedo já utilizado no passado como presente entre nações antigas. Porém o recheio deste cavalo que estamos ganhando é sortido de empresas globais, capitais especulativos e o velho protecionismo norte-americano”.

De que forma a ALCA (área de livre comércio das Américas) afetará negativamente as economias latino-americanas?
(A) Promovendo a entrada de capitais especulativos, empresas globais e imigrantes anglo-saxões nos países latinos;
(B) Controle definitivo das economias, dos fluxos de capitais e do desenvolvimento dos países centrais pelos periféricos;
(C) Todas as atividades produtivas e os recursos naturais dos países latino-americanos sofrerão a ação das corporações dos EUA e Canadá, assim como a influência política dos mesmos sobre a América latina;
(D) Dificultará a entrada dos produtos de alta tecnologia provenientes dos EUA;
(E) Facilidades para a entrada de capitais especulativos brasileiros sobre os setores estratégicos dos EUA.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra C )

Fonte: Concurso público Prefeitura Araporã - MG.

Sobre os modais de transporte...

As mercadorias transportadas podem chegar aos locais de venda via transporte rodoviário, hidroviário, ferroviário e aeroviário, e em alguns casos via dutos. O Brasil tradicionalmente é um país que transporta suas mercadorias pelo modal rodoviário. É uma incoerência, basta ver o modelo norte-americano, um país similar ao nosso em termos de tamanho de território, que se utiliza muito do modelo ferroviário.

Veja um comparativo dos modais de transporte, que também levam em conta a distância dos trajetos a serem percorridos, o valor e o peso das mercadorias:

Extraído de: Magnoli, Demétrio; Araújo, Regina In Projeto de Ensino de Geografia. São Paulo: Moderna, 2000.

Pelo gráfico, partindo da ferrovia como padrão 1, o transporte via dutos (por exemplo, caso do transporte do gás natural) e via embarcações em rios e mares apresentam os mais baixos custos por unidade transportada. Os custos dos transportes marítimos caíram devido ao aumento da capacidade dos navios e à modernização dos
portos.

Ressaltam-se aqui que o modelo rodoviário é quase 5 vezes mais custoso que o modelo ferroviário, enquanto que o transporte de mercadorias via aviões apresenta-se como o mais custoso: mais de 15 vezes quando comparado ao transporte da mesma mercadoria via trem.

E o Brasil continua pelo caminho errado, dando incentivos fiscais ao modal rodoviário e sucateando o modal ferroviário. O modal hidroviário é pouco aproveitado no país, já que o Brasil é uma país com um potencial enorme nessa área devido ao grande número de rios por todo o território. E o que assusta é a expansão do modal aeroviário, o mais caro de todos, mas o mais eficiente em termos de tempo de entrega de mercadorias,  necessidade do modelo econômico. Ressalta-se que o avião é relativamente o meio de transporte que mais polui e agride o meio ambiente.

Fonte: Concurso público Prefeitura Araporã - MG.

O que é conurbação?


As áreas urbanas, em especial as metrópoles, cresceram consideravelmente no Brasil nas três últimas décadas. Este fenômeno espacial se justifica pela dinâmica das periferias, onde estão fixadas as indústrias e parte considerável da população pobre. A conurbação é o elemento que possibilita a visualização no espaço do processo de metropolização.

Sobre conurbação é CORRETO afirmar que:
(A) Trata-se dos fluxos migratórios para as grandes áreas urbanizadas possibilitando o crescimento das atividades informais;
(B) Refere-se à união de duas ou mais cidades por conta do seu crescimento, formando uma grande aglomeração urbana;
(C) Trata-se do crescimento exclusivo das áreas periféricas de uma grande cidade;
(D) É a pressão exercida pela elite sobre o crescimento das grandes cidades
(E) Impede a fixação de atividades primárias em áreas valorizadas comercialmente, além da verticalização dos imóveis.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra B )

Fonte: Concurso público Prefeitura de Araporã - MG.

Transgênicos

Tradução: “Estamos desenvolvendo sementes transgênicas de crescimento rápido ... dos preços”.
Esta Charge publicada na Espanha aborda a questão relacionada a inserção de tecnologia no processo produtivo agrícola, em especial as sementes transgênicas. A agricultura europeia vem sofrendo fortes impactos decorrentes de sua estrutura fundiária, a necessidade de introduzir novas tecnologias que possibilitem ampliar a produtividade e torná-la mais competitiva frente os preços impostos pelas produções dos países desenvolvidos como EUA e de países semiperiféricos como Brasil e Argentina.


Os principais motivos para a baixa competitividade da agricultura europeia frente a concorrência do mercado agrícola internacional são:
(A) Solos com baixa fertilidade e os baixos investimentos públicos no setor agrícola
(B) Estrutura fundiária baseada na grande propriedade com baixa tecnificação.
(C) Vultuosos investimentos em alta tecnologia e poucos subsídios concedidos pelos Estados Europeus.
(D) Baixos impostos sobre as propriedades rurais e uma estrutura alfandegária que facilita a entrada de produtos agrícolas mais baratos.
(E) Estrutura fundiária baseada nas pequenas e médias propriedades familiares, tendo altos gastos com absorção de tecnologia para ampliar a produtividade.

Resposta correta: selecione o intervalo entre parênteses abaixo.
( Letra E )


Fonte: Concurso público Prefeitura de Araporã - MG.

Sobre a vegetação nas cidades...



Sobre espaços vegetados em meio urbano, é incorreto afirmar:
a - Uma grande área verde é preferível a um maior número de áreas pequenas distribuídas pela mancha urbana.
b - A vegetação em área urbana, além de influenciar o clima, atua na redução de poluentes sólidos da atmosfera.
c - O indicador área verde/número de habitantes é um critério insuficiente para se fazer uma avaliação de qualidade de vida urbana.
d - Uma área de vegetação nativa ou até mesmo exótica, uma praça ou rua arborizada exercem papel positivo na qualidade ambiental urbana.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra A )

Fonte: Concurso Público Geógrafo Parques Municipais BH.

Sobre as chuvas...




As variáveis da precipitação pluviométrica mais diretamente envolvidas nos processos erosivos de uma encosta são, exceto:
a - duração do evento chuvoso.
b - regime pluviométrico anual.
c - tamanho das gotas de água da chuva.
d - intensidade da chuva por unidade de tempo.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra B )


Fonte: Concurso Público Geógrafo Parques Municipais BH

Canalizando rios nas cidades...


A canalização de cursos de água em cidades pode provocar os seguintes impactos negativos, exceto:

a - Alteração do ciclo hidrológico da área urbana com redução significativa da pluviosidade.
b - Aumento da velocidade do escoamento e redução da infiltração das águas no trecho canalizado. 
c - Possibilidade de transferência dos problemas hidrológicos da cidade para as áreas rurais vizinhas a jusante.
d - Mudanças na dinâmica da bacia a montante do trecho canalizado, se houver aprofundamento do talvegue.

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Letra A )

Fonte: Concurso Público Geógrafo Parques Municipais BH

O ciclo...

Nossa cultura...

Responda à pergunta do desenho abaixo...



...e reflita por que continuamos a ir pelo caminho errado!

Resposta correta: selecione o espaço entre parênteses abaixo.
( Não acredito que você tem dúvida da resposta! kkkk! )

Os obstáculos à utilização de bicicletas em Belo Horizonte

Ir para o trabalho, para a casa da namorada, para o shopping ou para qualquer outro lugar em Belo Horizonte, de bike, dá certo?


Pode-se começar pela topografia da cidade (veja mapa ao lado, onde as cores mais intensas são as maiores altitudes, destaque para a região do Barreiro), ou seja, as características do relevo não são apropriadas para que as pessoas se animem a trocar o automóvel pela bicicleta. Com descidas e subidas por toda parte, a cidade não é um atrativo natural para quem gosta da magrela. Além disso já ouvi pessoas dizerem que não podem chegar ao trabalho suadas, pois ou não existe a possibilidade de se tomar banho no trabalho ou teriam que sair mais cedo de casa para se arrumarem fora de casa. E ainda por cima andar de bike em Belo Horizonte é um risco, pois não existem ciclovias disseminadas pela cidade, o que faz o ciclista competir por espaço nas ruas e avenidas. "As ciclovias de Belo Horizonte totalizam, atualmente, 22 quilômetros de extensão, dos quais metade fazem parte da orla da Lagoa da Pampulha"¹.


Para os dois primeiros problemas existe solução: incentivar o uso de bicicletas elétricas. As pessoas fazem pouco esforço, já que poucas pedaladas carregam a bateria que gera energia para um motor elétrico que pode ser utilizado na maior parte de um trajeto curto, ou nas subidas de longos trajetos. "As mais recentes bicicletas elétricas [...] conseguem produzir cerca de 500 watts de potência com um simples movimento de pulso ou virada de pedal"². A vantagem adicional é que você pode chegar ao seu trabalho praticamente do mesmo jeito que saiu de casa: arrumadinho, o esforço não será tão grande.

Mas é necessário o governo se movimentar. A prefeitura da cidade tem o programa "Pedala BH", que visa ao incentivo do uso da bicicleta como transporte alternativo pelos belo-horizontinos. "Dentre os planos da empresa [BHTRANS] é possível destacar a criação e revitalização de ciclovias, a oferta de bicicletários, a criação de estacionamentos rotativos para bicicletas em áreas comerciais e a divulgação de novas exigências para empreendimentos de grande impacto no que se refere à mobilidade urbana"³.


Infelizmente penso que essas ações da prefeitura, através de seu órgão de trânsito e transporte, têm tido pouca força. Não adianta construir bicicletários ou destinar áreas para estacionamento de bikes se um cidadão tem que se arriscar a ser atropelado por um veículo de quatro rodas. O governo tem que criar novas áreas para ciclovias, coisa que não o vi fazer por um longo período buscado em minha memória. Alguém tem ideia de qual foi a última ciclovia inaugurada pela prefeitura de Belo Horizonte? Se tiver me manda um email.

o governo ainda poderia agir no sentido de reduzir impostos para a produção de bicicletas elétricas   ou incentivar a instalação de empresas que aluguem estas bicicletas, como já acontece em algumas cidades pelo mundo. O preço dessas mercadorias ainda é alto, e se reduzir IPI para automóveis pôde ser feito, por que não para as bikes?

¹ e ³ - Portal BHTRANS. Disponível em: http://www.bhtrans.pbh.gov.br. Acesso em: 4 maio 2010.
² - Portal Terra Tecnologia. Disponível em: http://tecnologia.terra.com.br. Acesso em 4 maio 2010.
Imagens: retiradas do google.


Técnicas de professores campeões


Resumo de reportagem enumerando as principais técnicas que professores utilizam em sala e que não têm nada a ver com teorias pedagógicas vistas e discutidas a exaustão em Faculdades de Educação. Essas técnicas têm a ver com a prática cotidiana em escolas, ações simples que dão certo, mas que têm que ser praticadas pelos professores.

* Ao perguntar, buscar uma resposta mais completa do aluno, demonstrando confiança em sua capacidade.
* Não deixar o aluno anotar nada durante explicações do professor, por exemplo, em como executar um exercício. Isso diminui a falta de atenção de alunos que podem atrasar a turma ou causar tumultos.
* As broncas devem ser positivas: faz uma tremenda diferença dizer "Por favor, eu preciso que você olhe para frente" em vez de "Não olhe para trás". O ideal é assumir que um mal comportamento não é intencional, para que a bronca diante de várias pessoas não crie mágoas ou antipatia dos alunos repreendidos.
* Circule pela sala durante a explicação ou resolução de exercícios. Isso demonstra proximidade com os alunos, enquanto é eficiente para se manter a ordem na sala.
* Para fisgar o aluno, use histórias, trechos de filme ou um desafio para expor um tópico novo ou matéria nova. A exposição de situações-problema deixa a aula mais interessante.
* Não aceitar "Não sei" como resposta, buscando a resposta correta ou a mais certa possível através de ajudas ou pistas para que ele responda. Manter a expectativa alta em relação ao aluno é fundamental para seu sucesso.
* Elogio: só deve ser dado quando o aluno fizer mais do que foi pedido. O elogio banal é destrutivo.
* Jeito certo de fazer perguntas: escolher os alunos de maneira aleatória e não perguntar quem sabe. Isso os mantém atentos, pois a qualquer momento eles podem ser chamados para participar da aula.

Fonte: Revista Época. 22/04/2010.

As 10 mais lidas